My Weblog

Just another WordPress.com weblog

Todo castigo é pouco

Posted by petlenep em janeiro 21, 2005

Conforme eu já escrevi aqui, na rabiscada O Confinamento, eu estou passando minhas férias entre Macaé e Rio das Ostras. Curtindo e pegando sol? Nada disso, ralando que nem queijo parmesão em restaurante italiano. Como diria D. Viviane, minha colega de trabalho: “Todo castigo é pouco”. O resto fica subentendido.

Eu já estava todo orgulhoso de mim mesmo, pois tinha refeito todo o arquivo do Lenep, separado e encaixotado tudo, deixando tudo zerado e chupetado nas gavetas para receber os documentos 2005. Mais aí, me baixou aquele espírito de trouxa, fui perguntar à chefe: “Tem mais alguma coisa em que eu possa ajudar?” Putz, só tinha.

Deveríamos rever todos os extintores de incêndio do prédio, sendo que nem todos seriam trocados. Enfim, a história é longa, mas havia alguns pra serem trocados que eu anotei errado, tinha extintor de CO2 em lugar de extintor de água, extintor vazio, só fazendo figuração na parede, tinha de tudo. E enquanto era na parte interna do prédio ainda estava bom. Corredores, laboratórios, Sala Multimídia, Auditório e sagüão. E as salas com acesso pela parte externa, como guarita dos seguranças e estacionamento? Eu sei que como a maioria não conhece a estrutura, fica difícil ter uma idéia, mas acreditem em mim, ralei pra caramba. Virei inclusive piada para o pessoal do suporte da informática e da cozinha, me chamando de homem do fogo. Teve até uma cena cômica. Quando eu cheguei na cozinha com a prancheta na mão, uma senhora ficou logo assustada: “Ih, é fiscalização?” Ha,hah, hah. Meu oitavo sentido me diz que eu não deveria almoçar mais lá.

E quem leu a mesma rabiscada anterior citada, deve se lembrar que eu falei que ia rolar uma festa de formatura. Pois é, eu vou. Uma vez eu ouvi falar que o melhor de uma festa é o que acontece antes, os preparativos, e que a festa em si passa rápido. Ouvi e fiquei com isso na cabeça. E preparativos e espectativa para esta festa é o que não falta. Espera-se um festão, para aproximadamente 600 pessoas, com direito a políticos, imprensa e grande figurões do ramo de E & P de petróleo. E eu? Ham, amarradão no meio dessa galera, me perfazendo de terno e tudo. Market-menina está fechando no bonde e Javis deve alugar um terno também. Completam o time Eduarda e Priscila. Diego Borçoi ainda é dúvida e eu tô tentando trazer Verônica, minha namorada. É mole um bagulho desse? Alô, alô, Realengo…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: