My Weblog

Just another WordPress.com weblog

Semana cinemato-depressiva

Posted by petlenep em novembro 27, 2004

Os fatos ocorridos nesta rabiscada se passaram entre domingo 14 de novembro e domingo 21 de novembro. Por que só agora eu vou contar o que aconteceu comigo semana passada? Bem, isso é um blog, pô, não há comprimisso com a linearidade.

Domingo 14 eu havia alugado o filme “Paixão de Cristo”. Já tinha ouvido falar que era de cenas fortes, mas uma coisa é conversa dos outros, outra coisa é você assistindo. Assisti com minha mãe e com minha namorada. Ambas acharam o filme exagerado. Eu não acho exagerado, acho que se Ele tinha que assumir sobre si os pecados de toda uma humanidade, deve de ter sofrido muito mesmo, só que ninguém até hoje teve disposição pra filmar tanto sofrimento. Mel Gibson teve. Enfim, fiquei meio pra baixo depois de ver o filme.

Eis que a semana corre, eu vou para Rio das Ostras e na noite de quarta-feira, dia 17, (tipo hora de Senhora do Destino) recebo um torpedo de minha colega de classe Maria Eduarda, mais ou menos assim: “meninos, vocês vão ver Os Outros na Globo? Eu tô com medo de ver sozinha. Venham aqui em casa que tem bolo de chocolate”. Putz! aí já é golpe baixo, né? Lá partimos nós, eu e Victim SPC, pra casa da Eduarda. Mas é filme é muito do cabuloso! E eu lembro até hoje do meu primo Dinho que foi ver esse filme e ficou zuando por um ano. Tem uma menininha lá que é o mesmo naipe da garota do Exorcista. E quando eu tomava susto meus “colegas” achando mó graça. Eu fazia muito melhor, se estivesse em casa, dormindo.

Pois no domingo, dia 21, eu adentrei em outra empreitada da sétima arte. Fiquei em Rio das Ostras mesmo, fui à missa (viu, mãe!) com meus camaradas Market e Diego Borçoi e, na volta, aproveitamos uma iniciativa da Prefeitura de Rio das Ostras de exibir filmes na praça pública. O filme em questão era a produção nacional “Durval Discos”.



O filme era interessante, às vezes até engraçado, mas isso foi até os 40 minutos do segundo tempo. Aí o diretor resolveu que gostaria de levar o espectador à loucura. Colocou uma seqüência de cenas de endoidecer a qualquer um e acabou o filme. Não, eu não tô brincando, o filme acaba do nada. Sem final, sem explicação pros fatos que estavam ocorrendo, sem desfecho para os personagens da história. Diz Market que isso é arte. Então tá, né.

Hoje é sábado, dia 27, quase uma semana depois. Passei a semana inteira sem ver filmes, mas vou sair agora para ver “Taxi” com a Gisele Bündchen. Será que agora eu vou ver um bom filme🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: