My Weblog

Just another WordPress.com weblog

Vacilo é um só

Posted by petlenep em outubro 14, 2004

Vacilo é um só. Este foi o título do terceiro episódio de Cidade dos Homens na temporada 2004. E foi completamente diferente dos dois anteriores, que foram meio açucarados, com aquele papo de conseguir namorada no forró, Laranjinha querendo conhecr o pai, coisa e tal. Nesse episódio o foco voltou a ser tênue linha que separa a pobreza honesta e o tráfico com dinheiro. Eu destaco os pontos que me chamaram atenção.

  • Enquanto a menina Tina, contexto do Laranjinha, via o pai Ceará com dificuldades financeiras em casa, também via o dinheiro rolando solto com os amigos que eram do tráfico de drogas. O próprio Ceará, quando se viu cercado por dificuldades financeiras, procurou um bandido para resolver seus problemas.
  • Quando Acerola descobre que Laranjinha está andando com pessoas do movimento, tendo inclusive o visto armado, começa a lhe dar esporro. Só que momentos depois, o próprio Acerola, desempregado e pai de uma criança por nascer, ressalva: “Pô, eu sei, é pelo dinheiro, né?” E Laranjinha completa: “Também o que é que a gente pode ser? Pedreiro? Lixeiro?” E segue um silêncio de gelar a espinha. A falta de perspectiva e de esperança consegui corroer até aquele que tinham uma base moral sólida.
  • Quando mostrou os traficantes, momentos antes de acabar a luz na favela, eles estavam cantando um rap com apologia ao traficante da história, o Madrugadão. Na vida real, muita gente acha graça de ficar cantando refrões como “fogo no X9” ou “mete bala na PM”, mas não entende o quanto de dano que existe por trás disso. Reverenciar os bandidos e debochar do poder público são sintomas de uma população cansada de mentiras e abandono.
  • Enquanto o marido era espancado, D. Luzinete (ou algo parecido), a mâe da Tina, esperava para levar o que sobrou dele para casa. Em momento algum ela fez menção a chamar a polícia ou pedir ajudar de algum poder público. Talvez por já saber que o poder que sobe até aqueles moradores é um só

Nesta sexta-feira vai haver outro episódio, mas eu já sei que vai ser fraquinho, sem se compara nem de longe com “Vacilo é um só”. A história se passará em São Paulo, eu preciso dizer mais alguma coisa?

Muito mais do que entretenimento, Cidade dos Homens é o reflexo de uma sociedade arruinada, agravada pela seqüência de dois governos irresponsáveis seguidos. E o pior é que agora só em 2006.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: